Terça-feira, 8 de Janeiro de 2008

Inclinações e ligações aleatórias

 

Veio nos jornais que na noite de Natal, quando o padre António Pires se preparava para ir celebrar a Missa do Galo a Alijó, um grupo de desconhecidos lhe preparou uma cilada onde o agrediram, despiram e ataram a uma árvore. Para espírito natalício não está nada mal.

Segundo percebi através da leitura dos jornais, o motivo da agressão ter-se-á ficado a dever à manifesta inclinação do jovem pároco para com as raparigas. Um seu conhecido terá mesmo dito aos jornais “que sempre lhe puxou a raça” para as raparigas.

 

Vasco Pulido Valente escreveu no Público que em democracia ninguém em Portugal acumulou tanto poder, no partido, no Estado e no país como o actual primeiro-ministro. Por isso “Sócrates transborda de uma vaidade quase embaraçante”.

 

Para nosso orgulho e para desfazer alguns preconceitos estabelecidos quanto à nossa intelectualidade, nomeadamente à sua falta de verdade, Agustina Bessa Luís terá dito o seguinte: “Fico espantada quando dizem que gostam de mim (…). Eu não gosto da maioria das pessoas”.

 

Na “Revista da Qualidade”, oferecida gentilmente com um jornal qualquer, o Bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas esclarece: “A Medicina dentária portuguesa vive um momento histórico.”

Finalmente os serviços médicos dentários vão ser integrados no “Serviço Nacional de Saúde”. Agora que ele começa ser desmantelado.

Afinal há esperança. Deus seja louvado. Sócrates é um liberal progressista. E de esquerda. E tudo. E tudo. E tudo.

 


publicado por João Madureira às 22:00
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Tupamaro a 8 de Janeiro de 2008 às 22:48
Afinal há Sócrates!

Deus é progressista!

Louvada seja a esperança!

...E as 'sacramentadas' «joaninas» "geometrias variáveis" nos acudam!

Tupamaro


Comentar post

.Keith Jarrett - La Scala

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. Janela

. Eira

. Garrafeira

. Poema Infinito (351): A c...

. À porta

. Reflexos

. 338 - Pérolas e diamantes...

. A vendedora de fumeiro

. O sapateiro

. O barrosão

. Poema Infinito (350): Inv...

. O camarada

. O artesão

. 337 - Pérolas e diamantes...

. Alturas do Barroso com ne...

. No bailarico

. Na conversa à lareira

. Poema Infinito (349): A o...

. Na conversa

. Casebre

. 336 - Pérolas e diamantes...

. Senhora das Brotas - Chav...

. Senhora das Brotas - Chav...

. Senhora das Brotas - Chav...

. Poema Infinito (348): A d...

. Senhora das Brotas - Chav...

. Senhora das Brotas - Chav...

. 335 - Pérolas e diamantes...

. Senhora das Brotas - Chav...

. Senhora das Brotas - Chav...

. Senhora das Brotas - Chav...

. Poema Infinito (347): A g...

. Senhora das Brotas - Chav...

. Senhora das Brotas - Chav...

. 333 - Pérolas e diamantes...

. Observando

. Dançando

. Falando

. Poema Infinito (346): O m...

. Olhando

. Pensando

. 332 - Pérolas e diamantes...

. Na aldeia V

. Na aldeia IV

. Na aldeia III

. Poema Infinito (345): Aut...

. Na aldeia II

. Na aldeia I

. 331 - Pérolas e diamantes...

. O fauno

.arquivos

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

.tags

. todas as tags

.Visitas

.A Li(n)gar