Quarta-feira, 6 de Setembro de 2006

Um pouco mais de Azul...

DSCF0021.JPG

Ando um pouco louco com tanto azul.
Só o azul me consegue dar um pouco de frenesim.
Olho e olho e olho e não me canso. Não me canso nem me chateio.
Já em pequeno era o olhar azul da minha avó que me transmitia ânimo, alegria e me dava protecção.
Os seus olhos azuis de céu enchiam-me de coragem e chegava a pensar que éramos eternos.
A imagem dos seus olhos ainda hoje é eterna para mim. A sua doçura, a sua claridade ancestral, o seu sentido permanente de aconchego e paz.
Sobretudo a paz dos seus olhos ainda me acompanha em muitas ocasiões.
Por exemplo, neste momento tenho-os na minha frente, afáveis e cristalinos.

De azul me abrange o mar quando descanso.
De azul me invade o céu quando o contemplo.
São azuis as flores que aprecio.

Quanto mais azul mais carinho.

Atenção que o ouro do futuro há-de ser azul.
O saber já o é.
Também é azul a beleza mais discreta. Ou os poemas mais intensos. Ou as paisagens mais apelativas, ou os pensamentos mais profundos, ou os quadros mais completos, ou as fotografias mais bonitas, ou os sonhos mais felizes, ou as festas mais enérgicas, ou as memórias mais queridas, ou os sabores mais intensos, ou os olhares mais sedutores, ou os amantes mais caprichosos.
Também é azul a vontade que não desalenta, o amor que não acaba, a amizade que continua, a palavra que é sagrada, o carinho que se dá.
Tornam-se azuis os livros que lemos mais do que uma vez, as terras semeadas com o trabalho árduo dos camponeses, ou as fontes quando os cavalos sedentos se aproximam para matar a sua sede.
É azul a vontade de estar na tua companhia.
É azul a finita eternidade que existe em cada ser humano.

publicado por João Madureira às 18:39
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De LunaPapa a 6 de Setembro de 2006 às 20:03
Gostei muito.


Comentar post

.Keith Jarrett - La Scala

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 11 seguidores

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. No Porto

. No Porto

. No Porto

. Poema Infinito (380): O p...

. No Porto

. No Porto

. 367 - Pérolas e diamantes...

. Em Montalegre

. Em Montalegre

. ...

. Poema Infinito (379): Pro...

. Em Montalegre

. Em Montalegre

. 366 - Pérolas e diamantes...

. Na Feira dos Santos

. Na Feira dos Santos

. Na Feira dos Santos

. Poema Infinito (378): As ...

. Na Feira dos Santos

. Na Feira dos Santos

. 365 - Pérolas e diamantes...

. Na feira do gado - Santos...

. Na feira do gado - Santos...

. Na feira do gado - Santos...

. Poema Infinito (377): Sím...

. Na feira do gado - Santos...

. Na feira do gado - Santos...

. 364 - Pérolas e diamantes...

. No Louvre

. No Louvre

. ...

. Poema Infinito (376): O d...

. No Louvre

. No Louvre

. 363 - Pérolas e diamantes...

. Louvre - Interiores

. Louvre

. Louvre

. Poema Infinito (375): O g...

. Louvre

. Em Paris

. 362 - Pérolas e diamantes...

. Na aldeia

. Na aldeia

. Na aldeia

. Poema Infinito (374): Lab...

. Na aldeia

. Na aldeia

. 361 - Pérolas e diamantes...

. Cestos

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

.Visitas

.A Li(n)gar