Terça-feira, 18 de Julho de 2006

Etc.

2004_0515Chaves0147.JPG

A minha primeira namorada chamava-se Lurdes. Era uma rapariga feia mas enérgica e decidida. Dava-me beijos como quem dá murros.
A segunda chamava-se Rosa e era bonita, mas muito piegas e choramingas. Sabia beijar muito bem, mas parecia de plástico.
A terceira não era nem bonita nem feia, antes bem pelo contrário. Não se interessava por beijos nem por nada. Só cantava modinhas a toda a hora. Chamava-se Fátima.
A quarta era loira e de olhos azuis. Gostava muito de dançar. Chamava-se Rebeca e dava beijos muito apaixonados.
A quinta foi a Isabel que usava umas mini-saias verdadeiramente vistosas. Tinha umas pernas muito bonitas. Fora as pernas e a mini-saia, nada mais tinha de interessante. Ria-se de uma maneira grotesca.
A sexta chamava-se Cristina, era gaga mas muito boa rapariga. Até a rir gaguejava. Até gaguejava a beijar.
A sétima foi a Joana. Era uma rapariga do melhor que há. Só que era muito azarenta e distraída. Num só mês conseguiu partir um braço e uma perna.
A oitava tocava muito bem flauta, escrevia lindos poemas de amor e corria muito bem os cem metros. Chamava-se Rosário.
A nona andava muito bem de bicicleta e era muito boa aluna a matemática. Chamava-se Manuela.
A décima chamava-se Conceição e assobiava que nem um pintassilgo e tocava muito bem a pandeireta. Era também muito brincalhona. Dava beijos como amoras.
O resto fica para outra ocasião, porque a ocasião é que faz o lambão. E não o oposto.
Ou dito de outra forma, a ocasião é que faz o aldrabão.
E o contrário também tem razão. Que não o lambão, que, por ser aldrabão, se aproveita da ocasião para ser ladrão.
E todos sabemos que ladrão que rouba a ladrão tem cem anos de perdão, etc.

publicado por João Madureira às 19:37
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De tampinhas a 19 de Julho de 2006 às 15:27
Que namoradeiro...
E elas já fizeram a kista das tuas virtudes e defeitos...
Beijinhos


Comentar post

.Keith Jarrett - La Scala

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 11 seguidores

.pesquisar

 

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Na cozinha

. Na cozinha

. Na cozinha

. Poema Infinito (383): Par...

. Na cozinha

. Na cozinha

. 370 - Pérolas e diamantes...

. No Louvre

. No Louvre

. No Louvre

. Poema Infinito (382): Rev...

. No Louvre

. Em Paris

. 369 - Pérolas e diamantes...

. Na aldeia

. Na Abobeleira

. Amizade e sorrisos

. Poema Infinito (381): Cru...

. Em Chaves

. No Porto

. 368 - Pérolas e diamantes...

. No Porto

. No Porto

. No Porto

. Poema Infinito (380): O p...

. No Porto

. No Porto

. 367 - Pérolas e diamantes...

. Em Montalegre

. Em Montalegre

. ...

. Poema Infinito (379): Pro...

. Em Montalegre

. Em Montalegre

. 366 - Pérolas e diamantes...

. Na Feira dos Santos

. Na Feira dos Santos

. Na Feira dos Santos

. Poema Infinito (378): As ...

. Na Feira dos Santos

. Na Feira dos Santos

. 365 - Pérolas e diamantes...

. Na feira do gado - Santos...

. Na feira do gado - Santos...

. Na feira do gado - Santos...

. Poema Infinito (377): Sím...

. Na feira do gado - Santos...

. Na feira do gado - Santos...

. 364 - Pérolas e diamantes...

. No Louvre

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

.Visitas

.A Li(n)gar