Quinta-feira, 15 de Junho de 2006

Distracções

2004_0730santoamaro29julho040101.JPG

Há festa no bairro. A banda toca modas tradicionais.
O senhor José e a Dona Rosa dançam todos pimpões.
Os meninos querem um gelado, ou pipocas, ou correr e gritar, ou chatear os pais. Tudo ao mesmo tempo. Os pais desesperam. Também querem dançar. Têm saudades dos tempos em que namoravam. Quando tudo ainda era desejo, raiva e ciúme.
Agora estão mais calmos. Pensam nos problemas do dia-a-dia.
A vida de adulto é uma chatice. Só preocupações.
Já nem tempo têm um para o outro.
Os filhos não lhe dão descanso. Só canseiras.
Não se contentam com nada. Quererem tudo.
Tudo o que brilha. Tudo o que mexe. Tudo o que custa dinheiro e só serve para deitar fora passados alguns minutos.
A dona Rosa não se cansa de dançar. Sorri e rodopia. Rodopia e sorri. Depois dá três passos para a frente, dois para trás e um para o lado. Dançar é sempre assim. Mexer os pés e abanar um pouco o corpo.
O Senhor José ainda a consegue seguir com algum brilhantismo. Por isso sorri também.
Os foguetes estouram no ar. Os cães começam a ladrar e as crianças ficam com medo.
De alguma coisa deviam de ter medo.
Agora querem colo. Depois querem ir para o chão. Depois querem correr. Depois querem uma Coca-Cola. E um bolo. E um chupa-chupa. E outro chupa-chupa. E outra vez colo. E outra vez um gelado.
A Dona Rosa continua a puxar pelo senhor José.
O senhor José começa a dar de si, mas disfarça bem.
Mais música, mais foguetório. E os garotos pedem outra vez colo. Agora riem-se muito porque os vêem dançar.
Depois agarram-se a eles e dançam todos juntos.
São uma família. E isso é bom, seja lá porque razão for.

publicado por João Madureira às 20:03
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Sandrina Rodrigues a 31 de Outubro de 2006 às 03:23
essa eh a banda da torre...


Comentar post

.Keith Jarrett - La Scala

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


29

30
31


.posts recentes

. Na aldeia

. Poema Infinito (365): As ...

. Na aldeia

. Feira dos Povos - Chaves

. 352 - Pérolas e diamantes...

. No Barroso

. No Barroso

. No Barroso

. Poema Infinito (364): A b...

. No Barroso

. No Barroso

. 351 - Pérolas e diamantes...

. Na aldeia

. Na aldeia

. Na aldeia

. Poema Infinito (363): Med...

. Na aldeia

. Na aldeia

. 350 - Pérolas e diamantes...

. O músico e o santo

. Músicos

. Olhares

. Poema Infinito (362): Flo...

. Onde está o Dinis?

. Dar de beber a quem tem s...

. 349 - Pérolas e diamantes...

. Carnaval de Verin

. Carnaval de Verin

. Carnaval de Verin

. Poema Infinito (361): O s...

. Carnaval de Verin

. Carnaval de Verin

. 348 - Pérolas e diamantes...

. Pormenor

. Barroso

. Bombeiros

. Poema Infinito (360): A f...

. Bombeiros

. Bombeiros

. 347 - Pérolas e diamantes...

. Feira dos Povos - Chaves

. Feira dos Povos - Chaves

. Feira dos Povos - Chaves

. Poema Infinito (359): Chu...

. Feira dos Povos - Chaves

. Feira dos Povos - Chaves

. 346 - Pérolas e diamantes...

. Dois amigos

. Sorriso

. Sorrisos

.arquivos

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

.tags

. todas as tags

.Visitas

.A Li(n)gar