Sábado, 3 de Junho de 2006

Coisas verdadeiramente importantes

2004_0714chaves-noite-julho140013.JPG

Manuel, Manuel, Manuel… já te disse para não pensares tanto. Isso faz-te mal. Desinquieta-te o espírito, afasta as pessoas, põe os cães a ladrar para ti no meio da rua.
Pensar não convém. O melhor é entreteres-te com a telenovela das oito ou com o futebol, com a nossa selecção, que é tão boa, tão digna, tão ganhadora. Fosse assim o país e outro galo cantaria. Os rapazes enchem-se de dinheiro porque são mestres no chuto da bola. E aquilo é difícil à brava. Muito estudo, muito sacrifício, muitos exames, muito rigor científico, muito método, muita perseverança, muito conhecimento, muito estudar e estudar e estudar, sempre, sempre, sempre em busca da melhor média. E muito cálculo matemático, muita física, muita química e também filosofia, português, história, ciências, muita mister para aqui e para ali, muitas tácticas, muito sangue suor e lágrimas. E depois são tão generosos que aplicam o seu dinheirinho na indústria nacional: bares e restaurantes, restaurantes e cafés, cafés e pizzarias, pizzarias e bares e discotecas e casas de moda. Tudo muito nacional, muito português, muito lusitano. E depois a cerveja que se bebe quando o Ricardo marca um golo e o Figo quase marca outro e o Pauleta também, e o Deco, exemplo máximo da nossa alma lusitana, e o Simão Sabrosa e o Nuno Gomes, bem, o Nuno Gomes, bem, o Nuno Gomes tem aquele corte de cabelo que faz dele um autêntico campeão. E, mesmo em jogo, nunca deixa de se preocupar com a sua bela figura.
Manuel, Manuel, Manuel, vamos ganhar o Mundial e tu só pensas em pensar, em discutir coisas que não interessam nem ao menino Jesus.
Manuel, Manuel, Manuel, pega na bandeira e vai para a rua gritar o teu enorme orgulho em seres português. Em teres nascido neste país que é o orgulho da Europa. Um país que deu novos mundos ao mundo e países tão ricos e desenvolvidos como o Brasil, Angola, Moçambique, Guiné, Cabo Verde, S. Tomé e Príncipe, e, por último, aquele país que é um exemplo mundial da generosa e iluminada alma lusitana: Timor-Leste.
Manuel, não chores que isso não resolve nada.
Toma o anti-depressivo que isso passa.

publicado por João Madureira às 18:53
link do post | comentar | favorito
|

.Keith Jarrett - La Scala

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


29

30
31


.posts recentes

. Na aldeia

. Poema Infinito (365): As ...

. Na aldeia

. Feira dos Povos - Chaves

. 352 - Pérolas e diamantes...

. No Barroso

. No Barroso

. No Barroso

. Poema Infinito (364): A b...

. No Barroso

. No Barroso

. 351 - Pérolas e diamantes...

. Na aldeia

. Na aldeia

. Na aldeia

. Poema Infinito (363): Med...

. Na aldeia

. Na aldeia

. 350 - Pérolas e diamantes...

. O músico e o santo

. Músicos

. Olhares

. Poema Infinito (362): Flo...

. Onde está o Dinis?

. Dar de beber a quem tem s...

. 349 - Pérolas e diamantes...

. Carnaval de Verin

. Carnaval de Verin

. Carnaval de Verin

. Poema Infinito (361): O s...

. Carnaval de Verin

. Carnaval de Verin

. 348 - Pérolas e diamantes...

. Pormenor

. Barroso

. Bombeiros

. Poema Infinito (360): A f...

. Bombeiros

. Bombeiros

. 347 - Pérolas e diamantes...

. Feira dos Povos - Chaves

. Feira dos Povos - Chaves

. Feira dos Povos - Chaves

. Poema Infinito (359): Chu...

. Feira dos Povos - Chaves

. Feira dos Povos - Chaves

. 346 - Pérolas e diamantes...

. Dois amigos

. Sorriso

. Sorrisos

.arquivos

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

.tags

. todas as tags

.Visitas

.A Li(n)gar