Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

TerçOLHO

Este é um espaço dedicado às imagens e às tensões textuais. O resto é pura neurastenia.

TerçOLHO

Este é um espaço dedicado às imagens e às tensões textuais. O resto é pura neurastenia.

31
Mai06

Malmequeres

João Madureira
2004_0730santoamaro29julho040003.JPG
Fiquei contente por ver o Miguel a desfolhar um malmequer.
Mal-me-quer, bem-me-quer, murmurava ele debicando pétala a pétala a flor pendurada na lapela do casaco, enquanto os olhos lhe brilhavam como duas estrelas numa noite muito escura.
Penso que está apaixonado pela sua colega da turma B.
Ela chama-se Maria João, que é um bonito nome, bem diferente das Vanessas, das Soraias, ou Sabrinas, ou outros que por aí aparecem e nos vão transfigurando em varões solitários com dificuldade em pronunciar nomes esquisitos e infecundos.
Pelo meio das pétalas, o Miguel lê poemas de amor e ouve música romântica. Depois sorri novamente e vai à procura de um novo malmequer para desfolhar.
Anda azougado o Miguel.
Por vezes até entoa música dos velhos Beatles.
Anda tonto o rapaz, com aquele brilhozinho nos olhos e os malmequeres no bolso do casaco.
Até se penteia à moda antiga, com risca ao lado e brilhantina no cabelo castanho.
Anda risonho e azougado o marialva.
Fico contente por ele.
Fico satisfeito como ele.
30
Mai06

6000 visitas

João Madureira
2004_0606Chavesdiversos0030.JPG
Tudo depende da maneira como se vê o mundo.
Por isso o mundo apresenta-nos a mesma cara com que olhamos para ele.
Mas que interesse tem a perspectiva de quem olha sem atinar no objectivo do seu olhar?
Para que serve pensar?
A melancolia não tem retorno.
Possui apenas desilusão.
Estar dependente de algo ou alguém não ajuda muito.
Mas às vezes reconforta.
29
Mai06

O tom

João Madureira
2004_071420040068.JPG
Por vezes penso que ler jornais é útil.
Outras vezes penso exactamente o contrário.
Às segundas, quartas e sextas leio os artigos das páginas pares.
Nos outros dias leio os das páginas ímpares.
Por vezes leio jornais de direita e outras vezes leio os da esquerda.
Mas já não consigo enxergar as diferenças.
Actualmente todos falam muito bem do nosso primeiro-ministro e até dos restantes membros do governo.
Todos são bons.
Ou muito bons.
Eu também penso que sim.
Que são bons.
Penso mesmo mais, que são bombons.
Os jornais não metem. Dizem todos o mesmo: que o engenheiro Sócrates é muito bom primeiro-ministro.
Que bom.
Agora já sei porque penso que ler jornais é útil, põe-nos de bem com o país e com o nosso governo.
Que bom.
Na próxima semana vou passar a ler as páginas pares às terças, quintas e sábados.
Às segundas, quartas e sextas lerei as páginas ímpares.
O domingo vou guardá-lo para ler a bíblia.
Penso que é este o tom.
Que bom.
28
Mai06

A erva que se aquece ao sol sem cuidado

João Madureira
carta vasco 064.jpg
Pequenas memórias, grandes vivências.
Alegria, alegria.
Viva a folia.
Por mais que tente, por mais que me enfade, nada volta a ser o que era.
Nada volta.
Tudo se afasta a uma velocidade prodigiosa.
Os momentos podem ser eternos na sua brevidade.
É por isso que dizem que o tempo é relativo.
Valha-nos um fim de tarde ténue e desequilibrado.
Até a música nos desencaminha.
Há ardência na oportunidade.
27
Mai06

Hoje já não temos barcos

João Madureira
2004_0605Chavesdiversos0049.JPG
Que mania!
O meu cão gosta de ladrar às pessoas bem comportadas.
Elas, com razão, indignam-se.
O meu cão também gosta de gatos.
Lambe-os e sorri sem pudor ou sentido canino comportável com a tradição
Ao que isto chegou, meu deus.
Será que fizemos o 25 de Abril para agora nos invadir tamanha incoerência filosófica?
Tanta educação, tanta inspiração, tantos direitos, tanta indignação, e agora isto!
Já não há “agoras” como antes.
Actualmente anda tudo de cara trocista e espírito derrotista.
Tanto mar (tanto mar?), tanto marinheiro, tanto sal, tanta poesia, tanto sol, tanta sardinha assada, tanto caracol, tanto pimento, e também bacalhau cozido, para nada?
Eu até podia culpar o meu cão, mas não consigo. É que gosto dele.
A minha mulher inclina-se mais para a gata.
Mas o hamster é que goza da simpatia geral.
Dizem que os ratos são sempre os primeiros a abandonar o barco.
Mas a tradição já não é o que era.
Hoje já não temos barcos.
Nem tradição.
Nem…
Que mania!
A minha gata gosta de miar ao pássaro que canta com erudição.
Parece-me que não suporta a qualidade nos outros.
Ao que isto chegou!
26
Mai06

Pontapés

João Madureira
2004_1208chavesDezPonteRio0061.JPG
Ontem a selecção de futebol perdeu novo jogo frente à selecção de um país que já são dois.
Não me senti mal. Nem bem.
Antes pelo contrário.
Não sei se isso é normal
Se não for, que se lixe.
Também para que é que serve o futebol?
Penso que só interessa mesmo a alguns dos jogadores que ganham rios de dinheiro por se divertirem.
É uma ignomínia.
Mas também a quem é que isso interessa?
Já ninguém se chateia com essas coisas.
Não sei se isso é normal.
Daqui a alguns dias jogam os outros seleccionados pelo santeiro brasileiro que sabe bem a forma de irritar os portugueses e de lhes dar a volta.
Eu olho para a televisão e já não vejo nada.
O filme da noite é a preto e branco e eu estou tão cansado que não consigo adormecer.
Toca o telefone e eu dou-lhe um pontapé certeiro.
Já estou a perder.
É sempre assim.
25
Mai06

Higiene oral

João Madureira
2005_1126ChavesA11nov0032.JPG
Insisti com o Manuel para que fosse nadar para a piscina.
Ele assim fez.
Mas a meio do exercício sentiu-se cansado e resolveu ir ler um livro para o jardim.
Depois foi comprar comida.
Comeu e bebeu.
Nem muito nem pouco.
À noite foi correr.
Correu 10 quilómetros e sentiu-se bem.
Antes de se ir deitar lavou os dentes.
Manuel tem uns dentes brancos e bem definidos.
Quando sorri encanta as pessoas.
Só lhe custa adormecer.
24
Mai06

Olho vivo e máquina ligeira

João Madureira
2004_0918chavestarde0001.JPG
Ai que sensação ter uma máquina fotográfica sempre à mão!
Depois é preciso apenas carregar num botão.
O processo digital é tão rápido e prático que chega a assustar os mais cépticos.
Passa assim a arte fotográfica a ser uma coisa de persistência.
E de bom gosto, claro.
E de olho ligeiro, incansável e equilibrado.
Assim dá prazer.
Também dá trabalho, mas tudo na vida o dá.
Nem mais, nem menos.
23
Mai06

Variavelmente

João Madureira
2004_0918chavestarde20011.JPG
Vamos esperar que amanhã o Sol nasça no mesmo sítio.
Esta sombra até que é agradável.
Sabe bem conversar.
Sabe bem.
Sabe.
Sabes?
Sabes que ontem fui a Espanha meter gasolina...

22
Mai06

Prevenção rodoviária

João Madureira
2004_0918chavestarde30003.JPG
Antes de atravessar uma rua devemos olhar para a esquerda, depois para a direita e, se não vier nenhum carro, podemos atravessar.
Se nos distrairmos com algo, devemos começar tudo do princípio.
O mesmo procedimento devemos ter para com as bicicletas, as motas e, sobretudo, para com os camiões.
Se for Verão os procedimentos são os mesmos.
O mesmo se aplica às estações do Outono e Inverno. E até da Primavera.
O que acima se diz também se aplica de dia ou de noite, seja o peão mulher ou homem, ou até criança.
Se andar a passear o cão deve proceder da mesma maneira.
O mesmo se aplica se andar a passear com a mulher, ou vice-versa. Ou mesmo com a família. Com cão ou sem cão. Se andar a passear o gato leve-o ao colo que sempre evita complicações. Se andar a passear um burro, evite as passadeiras. Ou evite mesmo passear.
Se pretender, nós voltamos a repetir.
Antes de atravessar uma rua…

Pág. 1/4

Mais sobre mim

foto do autor

Visitas

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

blog-logo

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

A Li(n)gar