Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

TerçOLHO

Este é um espaço dedicado às imagens e às tensões textuais. O resto é pura neurastenia.

TerçOLHO

Este é um espaço dedicado às imagens e às tensões textuais. O resto é pura neurastenia.

21
Mai06

Loiça

João Madureira
2004_1031feirasantos50010.JPG
Eu quero a loiça para decorar e não para quebrar.
E também a compro para cozinhar.
Para assar uma linguiça.
Para fazer um delicioso arroz no forno,
Para assar um cabrito.
E o resto é conversa.
Uma boa conversa pela noite dentro acompanhada por amigos e um bom vinho tinto.
No final da noite, quando já estamos cansados e de olhos brilhante, pomo-nos a admirar as estrelas do céu.
Depois fica-nos o bom sabor da amizade a passear na cabeça.
Nem o sono nos desanima.
18
Mai06

Trabalhadores Agrícolas Apoiantes

João Madureira
2004_0711ficojulho2004-b0013.JPG
Do que está mesmo a precisar o Ministro da Agricultura é de muitos Trabalhadores Agrícolas Apoiantes.
Os primeiros já vão a caminho, determinados, confiantes e solidários.
Esperamos que seja o sinal de que algo de distinto vai ter início.
Aqui ficam os nossos sinceros votos de solidariedade institucional.
17
Mai06

Ir na noite

João Madureira
2004_0714chaves-noite-julho140024.JPG
Gosto de deambular pela quietude da noite.

Sinto sempre que as ruas da cidade medieval se enchem de mistério.

Penso nos que aqui passamos nas mais distintas épocas e dimensões.
O que esteve antes.
O que estará depois.

Nada se repete.
Tudo se intensifica face à essência da noite.

Ó noite deslumbrante e tímida, deixa-me acariciar-te com delicadeza.
Prometo depois ir com os pirilampos colorir a incerteza dos amantes intemporais.
16
Mai06

Nem a música me alivia

João Madureira
2004_0730santoamaro29julho040013.JPG
Vem a música ao longe e ouço-a a desintegrar-se na direcção das paredes.

Treme-me o olhar de encontro ao tom metálico dos instrumentos.
Dançam as cores em volta.
Desfazem-se notas em contacto com o ar.
Evaporam-se os acordes contra os dedos dos executantes.

Quando, no final do dia, olho o céu, invade-me, cintilante, a aflição dos protões.
Então enrolo-me no perfume das ervas.
15
Mai06

Um pouco mais de Azul...

João Madureira
2004_0905chavesaguasetembro0078.JPG
O amarelo, desde que não seja ostensivo, disfarça bem.

O azul, bem, o azul é outra coisa.
É coisa boa.
É coisa séria.
É coisa diversa do vermelho.
Tem mais identidade. Tem mais qualidade. Tem mais energia.

O mundo vai e volta.
Os homens voltam e vão.
As mulheres tudo fazem para porem o mundo com algum sentido.

Há luz.
Vem a sombra.
E esta desfaz-se de encontro ao ponto de fuga da verdade.
Quem, depois de saborear a loucura das imagens, é capaz de ficar indiferente ao ribombar dos trovões.

Ó louca nitidez, que fazes tu por me salvar?
13
Mai06

O olhar e seu oposto

João Madureira
2004_0905chavesaguasetembro10043.JPG

Há belezas passageiras, disposições acertadas, sentimentos conclusivos.
Também existem visões periféricas, combinações imaginativas, antevisões inconclusivas.

Nem tudo neste mundo são flores.
Nem tudo se harmoniza na convivência social.
Podemos alterar formas, mas os conteúdos são bem mais duradoiros.

Já todos sabemos da dificuldade de agradar a gregos e a troianos.
Mas, mesmo assim, há quem insista no equívoco.

Há coisas que não têm princípio.
Existem outras que não têm meio.
E ainda existem outras a que se não vê o fim.

Tudo se altera com o tempo.
Mas o tempo não se cansa nem se esgota.
É eterno.
É o oposto de um olhar.
12
Mai06

Grande tormenta

João Madureira
2004_0905chavesaguasetembro30006.JPG
A grande nau enfrenta a tormenta com coragem.
Lá está o céu a ralhar aos humanos.
Ao longe as vagas de nuvens parecem engolir o mundo.
A chuva cai benzendo a terra seca.
Beijam-se os répteis com saudades do Verão.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

blog-logo

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

A Li(n)gar