Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

TerçOLHO

Este é um espaço dedicado às imagens e às tensões textuais. O resto é pura neurastenia.

TerçOLHO

Este é um espaço dedicado às imagens e às tensões textuais. O resto é pura neurastenia.

09
Dez08

O espírito

João Madureira

 

 

O espírito vem do ar. Os espíritos invocadores depressa protegem as crianças.

As mulheres verdes dançam num mar de gemidos.

O espírito que purifica a terra vem do ar. Daí também vem a chuva e o sol e a noite e as estrelas.  

Os magos sofrem com a rude beleza do vício das glicínias. Elas não sofrem por causa da beleza. Elas são a beleza.

O ar é o segredo. A imagem forte do ar. A imagem forte da suspensão. A imagem rápida dos olhares loucos dos amantes.

Por fim as ilhas acolhem de braços abertos os anjos deslumbrados.

 

07
Dez08

Toda a dor vibra

João Madureira

 

Toda a dor vibra. Nas noites coladas de respiração, os movimentos atónitos intrínsecos dos gemidos ferem e produzem orgasmos. Sinto que sou como um membro directo em rota de colisão com um corpo inteiro onde uma estrela vibrante percorre as fibras dos órgãos depurados. Não é dor. Nunca é paixão. É uma casa astrológica movida pelo ciciar dos suspiros.

06
Dez08

Gravam-me nos olhos

João Madureira

 

 

Gravam-me nos olhos o sabor intenso do sonho. Não há violência nas minhas visões, só a brancura da ameaça de morte. O espelho é uma nebulosa perfeita. Só o nó da natureza atrapalha o sexo nuclear. Há na inspiração uma claridade assimétrica. Ainda há quem queira voar nas fendas profundas e bivalves de desejo.

05
Dez08

Trilogia Humana

João Madureira

 

 

Plínio, na sua “História Natural”, afirma que não existe ninguém mais desgraçado nem mais orgulhoso do que o ser humano, e que nenhum ser tem a vida tão frágil nem uma paixão tão ardente.

04
Dez08

Uma estrela selvagem fere…

João Madureira

 

 

Uma estrela selvagem fere os olhos dos deuses. Tu cantas à porta do paraíso. A ideia move-se sem melancolia. No teu colo a eternidade é uma zona perfeitamente delimitada. Os animais sonhadores cantam as cidades antigas. Tu és o braço esquerdo de uma rapariga de Jerusalém. A tua alma cresce como a fúria de um caçador.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

blog-logo

Arquivo

    1. 2024
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2023
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

A Li(n)gar