Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

TerçOLHO

Este é um espaço dedicado às imagens e às tensões textuais. O resto é pura neurastenia.

TerçOLHO

Este é um espaço dedicado às imagens e às tensões textuais. O resto é pura neurastenia.

22
Dez16

Poema Infinito (334): bem-me-quer

João Madureira

 

 

As mais velhas memórias são as que me abrasam o pensamento, lambem as casas e me impedem de ouvir os pássaros que se aninham dentro da minha almofada. Sinto a lua, a igreja, a imortalidade do céu, a beleza errante e despótica das borboletas. Reparo na fotografia dos mortos, na tarde que adormece, no tempo que me lembra a praia. Os ventos já não me sujeitam. A alegria, quando aparece, rápido se evapora. A tristeza ali está parada a olhar fixamente para mim. As geadas continuam a devorar os telhados. As leituras fazem-se agora de forma invertida. O tempo trespassa tudo. A minha imaginação hesita na escolha da porta por onde deve entrar. A infância implodiu. Os olhos nadam sobre o rio. Os beijos abrem a boca de sonolência. Observo as árvores e a sua dignidade. Engano-me nas estrelas. Sinto ainda dentro de mim a veneração dos frutos, os sinais doces da esperança, as brincadeiras no recreio da escola e os revólveres de plástico. Sobre a parede branca do fundo da sala vejo aparecer a imagem da minha mãe a fazer renda e tricô, a rezar o terço, a coser um botão na camisa do meu pai. O nó da gravata sempre me apertou o pescoço. Sinto os lábios secos. As pombas voam por cima dos lençóis. Já não consigo distinguir o bem do mal, as espadas das hóstias consagradas, os deuses dos homens das sotainas, o ruído das ambulâncias e dos carros do lixo, os néones da luz verde das janelas. Adormecem-me as pernas. O espelho reflete uma imagem febril. Vejo-me a ler a ternura das histórias, a decorar frases redentoras, a aquecer as mãos geladas pela neve no regaço quente da minha mãe. Nesse tempo, as meninas beijavam flores gregas, tinham poeira de estrelas nos cabelos, usavam sapatos brancos no dia da comunhão solene e pintavam os lábios com lápis de cor às escondidas. Havia também homens que se disfarçavam de bibliotecas. Eu imaginava espasmos e auras azuis em redor dos objetos. Alguns jovens, e muitos adultos, bailavam nas festas tradicionais. Eu desenhava círculos no ar e imaginava a circulação do pólen dentro das flores. Procurava saber onde se encontrava a fábrica da felicidade. Caíram então as primeiras gotas de orvalho dentro da minha boca. Deixei de acreditar nas respostas definitivas, nas mãos perfumadas, nas penas das asas dos anjos, na imensa excitação dos segredos, nas cartas de amor e nas despedidas. Tenho saudade dos campos, dos rios, das amoras, das cerejas e do orgulho dos animais. Do vento que soprava contra o meu rosto. De correr atrás das éguas e da sombra projetada pelos cestos das vindimas. De experimentar o ritmo da poesia na cadência do andamento das rodas dos comboios, de ler à luz dos candeeiros. Das bruxas que habitavam as aldeias, das rãs a coaxar na margem dos poços. Das portas altas da infância, da cor assustada das maçãs, das fatias de bolo quente, da manteiga a derreter-se na língua, das abelhas voando em torno dos bagos de uva mais doces, do cheiro agreste dos animais e do odor limpo dos sabonetes, de ver os peixes a nadar nas águas claras do riacho, de observar o reluzir da cor do azeite, das gaiolas com a portinha aberta, de confundir os pássaros com aviões, das ceias abençoadas pela minha avó, do cheiro inebriante da aguardente, da santidade da terra, de dormir em cama de fetos, do fogo lento da lareira, dos pequenos abraços, dos primeiros beijos, dos burros alados, dos cavalos, do elmo e da espada de pau e do choro convulsivo que tive quando alguém me fechou a porta na cara desfazendo o terço que o padre zé me tinha oferecido por ser o melhor aluno de religião e moral no ciclo preparatório. Ainda continuo a despetalar o mesmo malmequer…

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

blog-logo

Arquivo

    1. 2023
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

A Li(n)gar